top of page

VitórIA: STF melhora serviços jurisdicionais através de agrupamento automático de processos de IA

No dia 17 de maio, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, lançou a ferramenta de Inteligência Artificial (IA) VitórIA, um avanço tecnológico que busca aprimorar os serviços jurisdicionais.


Desenvolvida como parte da família de ferramentas de IA do STF, juntamente com o Victor e a RAFA 2030, a VitórIA tem a função de agrupar processos com base em sua similaridade temática, mas sua utilização poderá se estender para outras etapas do processo no futuro. Atualmente integrada à plataforma STF Digital, que abriga o acervo do Tribunal, a VitórIA é capaz de agregar automaticamente cerca de 5 mil processos em apenas 2 minutos, uma tarefa que anteriormente era realizada manualmente. A ferramenta passou por várias melhorias até sua incorporação ao STF Digital.


O desempenho alcançado em oito meses de trabalho é motivo de orgulho para a equipe envolvida no projeto. Além de agrupar processos com base na similaridade de texto, a VitórIA em breve terá a capacidade de fazer isso por meio de palavras-chave e outros metadados, conforme destacado pelos desenvolvedores da ferramenta.


Apesar do desafio de desenvolver um processo de automação e integração ao sistema do STF em pouco tempo e com uma equipe reduzida, a equipe multidisciplinar que atua neste projeto se sente gratificada por entregar uma solução de grande impacto, segundo notícia veiculada no site do STF.


VitórIA, que representa mais um avanço do STF no uso de novas tecnologias, faz parte do projeto que, como resumiu a ministra Rosa Weber, tem como objetivo final criar mecanismos que garantam uma prestação jurisdicional qualificada, rápida e que atenda às expectativas da sociedade, demonstrando que estamos realmente entrando em uma nova era tecnológica.

コメント


bottom of page